Algumas pérolas

Bem vindo ao blog de celiananoite. Espero dentro em breve postar algumas joías da minha coroa...há beira mar plantada.
Pretendo apenas comentar alguns assuntos, e dar opinião de forma ligeira, e não muito séria. Mas aviso que a brincar a brincar o macaco subiu ao galho! Bem não rimou... mas também não interessa nada: Pois não?

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Afinal o Pai Natal nu existe

Estou baralhada! O pai natal existe! Ou nu existe??

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Um pedido ao Pai Natal

Imagem (Google)
Pai Natal sei que estou a fazer-te este pedido já muito em cima da hora, deves estar com muito trabalho. Mas é uma emergência, estou com afonia, e não sei como é que eu vou ultrapassar esta situação. O trabalho está caótico, os clientes (alguns) falta-lhes muito de civismo e eu nesta embrulhada, estou que nem posso. Eu sei que já pus o bacalhau de molho, mas quem o quiser comer que o cozinhe. Plese Pai Natal! Arranja-me uma escapadinha de três dias! Pode ser mesmo cá dentro. Onde já que não posso falar, que não ouça nem veja ninguém. Sei que é um pedido a que não tens certamente capacidade para atender, mas pelo menos sabes que há pessoas, que nesta altura também te procuram para desabafar. Apetecia-me gritar! Mas estou com afonia...

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Porque é Natal

o bacalhau já está a demolhar. O bacalhau que antigamente era comida de pobres passou em tempo de crise a enfeitar a mesa de paupérrimos e remediados, (digo enfeitar porque as mesas da consoada são para estar chique) as dos ricos é só glamour com velas e centros de mesa, marcadores, talheres dispostos com rigorosa precisão matemática, enfim uma mesa para a fotografia, onde a comida não deve abundar tal a falta de espaço existente nas ditas mesas. Mas é assim mesmo, o fino é ser contido até na quantidade de alimentos, mesmo que se esteja a celebrar a festa do Menino e da Família. A comida está cara estamos em época de crise, então o melhor é deixar a tradição de lado, e em vez do bacalhau com couves que tal um empadão ou um gratinado é mais económico, mais "in"e evita-se a confusão e os empurrões na hora de chegada do carregamento proveniente da horta. Comer demasiado e muita comida sobre a mesa está "out" antigamente dizia-se que eram labregos quem assim se comportava. Bem não sei para que estou aqui a dissertar, tanta conversa para nada. Eu só queria dizer; o bacalhau está de molho, mas este ano não há couves e ponto final. É a crise!
Agora e porque o Menino faz anos, resta-me desejar a todos os que me têm visitado, um feliz e Santo Natal, com as melhores entradas em 2010 de que há memória. ALELUIA

sábado, 19 de dezembro de 2009

Uma visão aterradora

Com a aproximação do Natal o stress aumenta devido ao trabalho que dobra por esta altura. Ontem depois do jantar, que acompanhei com um vinho, não sei como aconteceu mas depressa acabei dormitando sentada à mesa. Não sei se foi alucinação devido à rega do jantar, ou se foi mesmo uma visão. Estou inclinada para a segunda.
Tudo se passava por volta do ano 2069, e eu ali no meio de uns seres humanos, que em nada se pareciam comigo, ou com qualquer ser humano do tempo presente. Senti-me baralhada e pensei que estava em um outro planeta, ao mesmo tempo que podia observar uma espécie de admiração no que parecia ser um rosto dos humanos daquele tempo. Eles só poderiam pensar que eu era um ser de um outro planeta embora não tivessem vislumbrado nenhum OVNI por perto. Contudo eu estava perante um cenário aterrador, a terra estava ressequida devido há falta de água, árvores ou plantas verdes também não vislumbrei, era assim como o deserto do nosso Alentejo em pleno Agosto, nos anos de sequeiro. Os ditos humanos daquele tempo futuro não tinham membros nem tão pouco cabeça, ou então não estava delineada. Outra particularidade, era que todos pareciam pertencer a uma mesma raça, não havia brancos, amarelos, pretos ou mulatos. Todos tinham a tez com uma tonalidade mais ou menos castanha, o que me pareceu ser devido ao tipo de alimentos que eles ingeriam. Penso que a minha visão não terá durado muito tempo, mas o suficiente para perceber que eram seres felizes e autónomos pois não precisavam do rendimento mínimo para viver. O desemprego também não os afectava, por ali reinava o amor. Quando por fim regressei deste transe, pus-me a pensar se não teria sido tudo fruto da minha imaginação, ou simplesmente o meu inconsciente a processar a informação que passara momentos antes nos órgãos da comunicação social. A cimeira do clima tinha sido um fracasso, e o Parlamento havia aprovado o casamento entre homossexuais.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Pérolas curtas em jeito de notícia

Hoje no Parlamento, em vez de se discutir os problemas do país, assistiu-se a um espectáculo de circo, onde não faltou o número de palhaços. Mas é compreensível já que estamos em época de Natal, há que animar o zé povinho. Os portugueses estão a equacionar fazer as suas compras de Natal na Net. Isto contrariando a tendência da maioria dos europeus. Afinal nós estamos muito à frentex! E então onde está a tão badalada crise, se somos apenas dez milhões e gastámos nos últimos dias uma média de cento e dezasseis milhões por dia? Isto é estatisticamente; porque na parte que me toca, juro que não comi um frango. Os portugueses vão ter acesso à lista de espera para cirurgia, através da Internet. É verdade que somos um povo muito internauta. Estou a ver muitas pessoas no Portugal profundo, atrás do rebanho de ovelhas, e com os portáteis ligados ao site do respectivo hospital onde estão inscritos. Não pára a onda de crimes de violência doméstica. Diariamente tomamos conhecimento de homens que mataram as suas esposas ou companheiras. Motivos! eles não aceitam que as mulheres deixem de ser uma extensão deles próprios e passem a ser gente, capaz de pensar e agir por si. E ainda porque descobriram (não a pólvora) mas sim que a justiça foi de férias por tempo indeterminado. A rede social Fecebook já tem novas opções de privacidade. Aí está uma coisa que acho bem! Porque isto de uma "gaja" andar de rabo para o ar lá na horta, na apanha dos nabos, e sentir que os mirones andam por perto, deixa-me sem graça ainda mais que andando na fazenda, a apresentação nem sempre é a mais cuidada, o que me deixaria "socialmente"numa posição incomoda.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Vidas desemparadas

É de lamentar o que se está a passar com mulheres jovens vindas do Leste da Europa. Mulheres que se encontram desarreigadas do ambiente familiar, e por causas desconhecidas perdem o rumo da vida. Se entregam ao vício do álcool, perdem os seus empregos, despojam-se dos seus poucos haveres em troca desse vício, e perdendo assim o pouco da dignidade que lhes resta. Mas parece que neste país ninguém vê estas coisas, mesmo quando estão á vista de toda a gente, ao virar de cada esquina. Se não são pessoas capazes, para viver decentemente num país de acolhimento, as entidades competentes deveriam resolver estes casos de forma, a que fossem mandadas para os seus países de origem, onde com a ajuda dos familiares, ou do estado, pudessem
ainda reorganizar as suas vidas. Estas mulheres que à partida tinham tudo para serem bem sucedidas foram parar na sarjeta. Alguma coisa lhes deve ter corrido mal!!!

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Em tempo de crise o melhor é festejar

Um famoso restaurante da capital, recriou um jantar inspirado na "Festa de Babette". Quem viu este filme, certamente se recorda da senhora que recebeu um prémio de lotaria e resolveu gastar a totalidade do dinheiro num jantar, e convidar toda a população da aldeia. Desta vez o chefe, apenas teve dificuldade na recriação da sopa, visto a tartaruga não estar disponível para tal iguaria. Não sabemos qual foi a opção, mas certamente não foi de cogumelos: Os convidados esses, arrisco com toda a certeza, não foram os desafortunados da cidade. E assim vai o nosso país! Leva-me a fazer uma comparação com o "Titanic": Enquanto o barco vai ao fundo, a orquestra entretêm-nos a tocar uma melodia inebriante.

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Petição Pública - A Petição foi assinada com sucesso.

Corre na internet uma Petição pública no sentido de pedir a intervênção do primeiro -ministro não deixar cair o acordo sobre o ordenado mínimo. Eu já assinei ! E tu porque esperas?

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

A prisão de Polanski

O «chalet» de Polanski (na foto) terá vista para os Alpes, salas espaçosas e todas as comodidades de uma localidade com a reputação de satisfazer os desejos dos ricos e famosos Não sou rica nem famosa, nem tão pouco violei alguém, mas como já estou cansada de uma vida de trabalho, se me quiserem levar para uma prisão destas, estou disponível enquanto aguardo pela minha choruda reforma. ps: mereço conhecer os Alpes, e I love o arco-íris.

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Quem não tem emprego!...Que vá pró alho

Era eu adolescente e já ouvia dizer que até com cascas de alhos se fazia negócio. Prova disso é esta notícia que nos vêm da China e relata que os chineses já estão a fazer concorrência ao Tamiflu e à vacina da gripe H1N1. Pois é! Os chineses não estão para modas, e espertos como são para o negócio, foram pró alho, e estão a fazer fortuna: Eles sabem que o alho é um medicamento natural, que mata os monstros e até afasta o mau olhado, e põe a milhas os emplastros, tal é o mau hálito que exala quem o consome cru. Mas por uma boa causa todos nós fazemos sacrifícios. Nós por cá podíamos tomar o exemplo deles, uma vez que temos as fábricas todas a fechar e o pessoal no desemprego, e muitos deles chateados por receberem o subsídio sem estar a fazer nada. Depois os outros que trabalham, reclamam também porque pagam impostos e o governo gasta em vacinas! Contudo a resolução do problema é simples! Vão pró alho... é fácil, eu já estive na agricultura sei do que falo.

sábado, 21 de novembro de 2009

Falar ou ficar calado

(Imagem da net)
Cavaco Silva reiterou hoje que não pode falar sobre o caso "face oculta." Mas afinal quem pode calar o Presidente da República? Ou será que ele não está com muito interesse em falar sobre o caso? Porque todos nós sabemos que quando o assunto é de seu interesse ele não se coíbe de falar. Foi assim com os estatutos dos Açores e mais recentemente com as escutas, e problemas relacionados com o seu e-mail. Por essa alturas até veio fazer comunicados na televisão, mas agora perante este cenário recusa-se a comentar. Ou será que em Estarreja e por outros sítios por onde passou hoje não havia ainda bolo Rei? Esperamos que em breve o Sr. Presidente possa falar deste e de outros escândalos que estamos assistindo no nosso país, quanto mais não seja porque estamos em época natalícia e é sabido que os portugueses gostam de receber presentes. Sr. Presidente, fale, fale mesmo que não diga nada nós portugueses gostamos sempre de o ouvir.

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Leilões para milionários em crise

Uma família que em 2003 ganhou o euro milhões, está hoje a receber o RMIS! Este post não vai no sentido de criticar a forma como essas pessoas geriram o seu dinheiro. Cada qual é livre de o fazer, desde que não venha com os seus erros prejudicar os outros. Aqui subentenda-se chular quem trabalha todos os dias, paga os seus impostos, e depois é afrontado com uma notícia destas. Todos sabemos que ninguém pode viver sem recursos, mas porque é que quando a cabeça dos outros, não têm juízo o nosso corpo é que paga? Se essa família tem valores, como casas de luxo, carros topo de gama e certamente outros bens que podem ser convertidos em moeda, que façam um leilão na internet, (como os americanos fazem) e deixem o ESTADO (que somos todos nós que pagamos impostos) ajudar quem precisa de verdade. E esta questão ainda têm uma outra abordagem! Se lhes é dado o RMIS, suponho que também estão isentos dos impostos? Tal como o IMI! Ou será que pagam?...

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

O mundo vai acabar

A propósito deste vídeo, ontem muitas pessoas menos informadas começaram a temer que algo de muito grave estivesse para acontecer. Se as pessoas já andam preocupadas com o dia-a-dia e seus problemas, para quê mais este absurdo? Vi pessoas com verdadeiro temor, a pensarem que não passariam mais um dia, receando mesmo pelo fim do mundo. Haja bom censo! A comunicação social devia ter mais cuidado quando divulga as notícias, para não lançar o temor nas mentes mais fracas, e menos esclarecidas mas, que têm igualmente direito á paz de espírito apesar de não saberem destrinçar entre o que é um filme de ficção e a realidade. Clicar no título para ver notícia com (vídeo)

domingo, 8 de novembro de 2009

O Fundo da Linha

É necessário uma tomada de consciência, por parte de todos os responsáveis, para que os ecossistemas sejam preservados.Torna-se urgente tomar medidas!

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Verdadeira aberração da Natureza

José Castelo Branco, afinal o que chega a ser? Uma aberração da natureza; ou outra qualquer coisa por defenir? Cá para mim não foi parido, mas, sim cagado! Só pode...

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Humanidade perdeu os valores

Se é feio, esta rede social não é para si O BeautifulPeople.com é uma espécie de Facebook só para gente bonita. Se os membros disserem que um candidato é feio, ele não entrará na rede. Mariana Cabral (www.expresso.pt) 11:36 Quinta-feira, 29 de Out de 2009
Esta notícia deixou-me boquiaberta! Em tempos idos ouvia muitas vezes dizer, para o fim do mundo tudo se há-de ver e nada é de admirar. Contudo eu ainda hoje fico indignada com a ligeireza com que a comunicação social divulga certas notícias.
Afinal a beleza é apenas um conceito que alguém resolveu convencionar! Ou estou errada?? É que a maioria da beleza exterior que por aí anda é graças á cosmética e não só: Hoje vê-se muita beldade que quando se apresenta de cara lavada até mete medo ao susto. Se não fosse as mamas de silicone, o monte de cimento armado que põem na fuça, e outras coisas do género. Eu gostava de ver onde iam encontrar assim tantas beldades! E a beleza interior já não conta ? Pelos vistos a esta altura do campeonato, isso é de somenos importância. A importância hoje só é dada a quem tem apenas serradura na cabeça (isto para não dizer merda). Enfim, a feira das vaidades está aí. Tenho dito.

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Quem é "Mamã Sarah"??

Esta senhora é somente a avó do presidente norte-americano. Vive no Quénia, um país que eu imaginava que estivesse mais evoluído pois ouvia falar do turismo e sobretudo das grandes caçadas. Mas em pleno séc xx1, os seus habitantes ainda vivem sem electricidade, esgotos e água potável. Que mundo este! E como seria bom que todos nós pudessemos proporcionar aos nossos avós uma vida mais condigna? Mas ainda bem que os ambientalistas ainda vão dando uma ajuda, mesmo que esta seja em forma de protesto. Clique no título para ver a notícia com (vídeo)

Petição CONTRA as comissões sobre Levantamentos em ATMs (Multibanco) Petition

Petição CONTRA as comissões sobre Levantamentos em ATMs (Multibanco) Petition Não podemos deixar que a banca nos venha cobrar mais comissões. Vamos todos assinar a petição: Juntos ganhamos força e poder contra os que estão a enriquecer às nossas custas. Unidos venceremos mais esta"roubalheira" caso contrário abaixos os cartões ATM.

domingo, 1 de novembro de 2009

José Saramago o novo "crucificado"

Ilustração de Cristina Sampaio
Passados dois mil anos após a crucificação de "Jesus Cristo,"eis que surgiu um novo condenado à cruz. Desta vez é José Saramago que se atreveu a escrever um romance cujo nome é "Caim" e logo os cristãos gritaram "heresia" crucifiquem-no, e outros ouve que apenas desinfectaram as mãos...

sábado, 31 de outubro de 2009

Vamos festejar o dia das bruxas

Se há bruxas não sei!Eu juro que nunca vi nenhuma. Mas há quem diga que elas existem. Pelo sim ou pelo não cuidado! Porque hoje elas são capazes de andar por aí! Tenham medo, muito medo. Dia das Bruxas

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Camorra (ou que morra) tanto faz

As imagens de um homem a ser a executado com uma arma de fogo em frente a um café foram captadas por uma câmara de vigilância e difundidas ontem pela polícia da cidade do Sul de Itália onde actua a Camorra. Isto deixa qualquer ser humano com um pingo de sensibilidade chocado. Mas que mundo é este em que vivemos?? http://www.youtube.com/watch?v=n4z_oyvd9wM

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

"Aguenta, Barack!"

Com a atribuição do Nobel da Paz, as responsabilidades do Presidente dos EUA redobram. O próximo "Courrier Internacional", nas bancas a partir da próxima sexta-feira, projecta "a América depois do Nobel". 20:08 Segunda-feira, 26 de Out de 2009 Consta que no dia da sua investidura, Barack Obama disse a George W. Bush que esperava telefonar-lhe a pedir conselhos. Consta também que já o terá feito pelo menos uma vez. A história poderia não passar de uma simples curiosidade, não fossem os crescentes paralelismos entre Obama e o seu antecessor. Sobretudo em matéria de combate ao terrorismo, "Obama começa a parecer-se perturbadoramente com Bush", escreve a revista "New Statesman". Também em matéria económica, as suas directrizes tardam em convencer fora de portas. Joseph Stiglitz diz que em muitas reuniões internacionais, os economistas norte-americanas são frequentemente ignorados. "Acham que a nossa política é de uma república das bananas", diz o Nobel da Economia 2001. Muitos duvidam da capacidade de Obama para inverter este estado de coisas. Surgem então inevitáveis comparações com Mikhail Gorbachev, o líder russo que, na década de 1980, não percebeu que o sistema comunista era irreformável. "A comparação é ligeiramente excessiva, mesmo alarmista - os EUA ainda são o país mais poderoso do mundo e não correm o perigo de desmoronamento da União Soviética", escreve a "Newsweek". "Mas há paralelos perturbadores". Desde logo a atribuição do Nobel da Paz. Incontestado, o de Gorbachev; fortemente questionado, o de Obama, que em onze meses obteve o que Mahatma Gandhi não conseguiu a vida inteira. Escreve a "Newsweek" que o Comité Nobel quis mandar um recado ao Presidente dos EUA: "Aguenta, Barack!" O próximo "Courrier Internacional", nas bancas a partir da próxima sexta-feira, projecta "a América depois do Nobel". (Notícia Públicada no site do Expresso) Apesar da notícia dizer respeito aos americanos, todos nos devemos reflectir, sobre todos estes acontecimentos. Tratando-se de uma potência mundial, tudo o que vier a acontecer, certamente nos vai atingir, quer seja pela negativa ou pela positiva, por esse motivo vamos todos dizer! " Aguenta Barack Obama"

domingo, 18 de outubro de 2009

Site mede frequência das relações sexuais no mundo

A Internet é mais vasta do que se imagina. Existe um site que permite contabilizar as actividades sexuais em todo o mundo, na última hora, por dia, por semana ou mês. Quer colaborar para a criação de um grande banco de dados de sexo? Então, cada vez que fizer amor clique com o botão do lado direito do rato sobre o mapa disponível no site I Just Made Love , indicando em que lugar do mundo você estava quando isso aconteceu. O internauta pode, ainda, indicar se o acto ocorreu em ambiente público ou privado. O site pretende registar a frequência das relações sexuais em todo o mundo. Além de trazer uma ferramenta para contabilizar, globalmente e em tempo real, as actividades sexuais dos internautas, permite observar esses dados por região e por períodos específicos. Até à publicação deste texto, o site indicava que hoje quase 9786 pessoas em todo o mundo tinham feito amor. (Notícia insólitos do Público) Palavras para quê, vou mas é ligar-me ao site http://I Just Made Love Agarrar no computador, monitor etc...e tal e fazer a montagem do equipamento no local adequado. Depois é só ver se o Manel está pelos ajustes, e pronto talvez hoje seja quase o 9787 a fazer amor no mundo. E esta!!!

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Deus Pinheiro renuncia cargo de deputado

Foto abola.pt
Será que os políticos ainda pensam que o povo é néscio? O senhor Deus Pinheiro deve pensar que o povo português lá porque é pouco iletrado não percebe que a sua renuncia ao cargo é simplesmente porque a Manuela Ferreira Leite foi derrotada! Tivesse ela ganho as eleições, e o senhor não precisaria de descansar.
Para servir a nação está muito cansado, mas para ir jogar golfe, escrever livros e pintar, já se sente com energia! Pois bem vá pincelar para outro lado que nós portugueses não somos feitos de tela.

terça-feira, 13 de outubro de 2009

EUA ultimam super-bomba

Capaz de perfurar até 60 metros, a MOP é uma bomba feita à medida das instalações nucleares subterrâneas do Irão. Há dinheiro fresco para concluir o projecto.
Passada uma semana de ser conhecida a atribuição do Prémio Nobel da Paz a Barack Obama, eis que surge a notícia! Parece um contra censo. Ou então a forma do Presidente americano agradecer ao comité que o agraciou. O mundo está a enlouquecer de medo, e enquanto houver medo, não acaba a corrida ao armamento. Gastam-se milhões para fabricar bombas, mas os senhores do mundo esquecem que o maior medo da humanidade é a escassez de recursos. Enquanto os países ricos esbanjam em armamento, os pobres morrem de fome. Mas um dia virá em que o feitiço se virará contra o feiticeiro. Contudo o tempo ainda é de se premiar pessoas que estão a favor da guerra. Mas o louco é o Secolari...

Maitê Proença-Saia justa e o video de 2007

Um vídeo realizado pela actriz brasileira Maitê Proença para o programa Saia Justa do GNT está a indignar portugueses e brasileiros e até já originou a criação de um abaixo-assinado na Internet. Por considerar o vídeo ofensivo para o povo português, o primeiro assinante, Filipe Cunha, exige "um pedido claro de desculpas, quer seja por escrito, oral, ou vídeo". Até parece que as eleições autárquicas não tiveram qualquer interesse para os portugueses. Era suposto estes estarem a fazer o rescaldo, deste sufrágio, opinarem sobre as mudanças, enfim mostrarem interesse por coisas realmente válidas. Mas não! Ao contrário de tudo isto, foram pegar num vídeo já com dois anos (até parece ter caído do céu) onde uma actriz brasileira faz piada com os portugueses. Até parece que caiu o Carmo e a Trindade! Até parece que os portugueses não são capazes do mesmo, ou ainda mais. Somos mas é sonsos! Gostamos de ridicularizar, mas quando somos ridicularizados ficamos todos ofendidos. Contudo não deixo de condenar o acto impróprio por ela cometido! Isso sim, foi uma falta de educação ela ter cuspido. Quanto ao restante conteúdo do vídeo, vale o que vale, ou antes não merece a atenção e o destaque que lhe está a ser dado, a menos que a senhora esteja a precisar de publicidade gratuita, e alguém arranjou maneira de lha facultar. De qualquer modo se o ego de alguns portugueses fica mais preenchido com o pedido de desculpas, parece que o mesmo já foi feito. Só uma coisa me escapou! Porquê só agora o vídeo veio a público...

domingo, 11 de outubro de 2009

Eleições autárquicas 2009

(Foto retirado do Expresso)
Mais umas eleições estão a chegar ao fim. Sejam quais forem os resultados que daí advierem, uma coisa é certa! Nada pode justificar o que aconteceu em Ermelo, onde a rivalidade política leva ao assassinato de um cidadão. Segundo a comunicação social, já veio dizer, parece que foi em legítima defesa, tudo está ainda por apurar, mas o dia ficou marcado pela negativa, e leva-nos a pensar, nós simples eleitores, mas em que pessoas estamos a votar, para nos representarem, e gerirem os destinos das autarquias e juntas de freguesias, deste país!?
Contudo não ficamos por aqui; há notícias de que um pouco por todo o país tenham ocorrido actos em nada dignificantes, desde erros tipográficos com trocas de boletins de voto, agressões físicas, câmaras de vigilância junto das mesas de voto, apelos ao voto em tempo de reflexão. Muitas mais histórias haverá para contar certamente até ao rescaldo, e nesta onda do vale tudo, até tirar os olhos, receio bastante que este país, em vez de caminhar para a modernidade, esteja tão somente a regredir e a transformar-se num pais do terceiro mundo, ou pior ainda como um país onde impera a lei do faz de conta que se governa, e apenas se quer tachos para toda a família, amigos e companhia. E quando alguém se atreve a mexer nesse queijo, arrisca-se a levar um tiro nos cornos.
ps: o nosso país cultiva pérolas, cor de laranja, e cor de rosa. Outras há, mas sem cores predominantes ou expressivas.

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

A leste do Paraíso-moram os portugueses

Imagen net
Mais uma campanha eleitoral que chegou ao fim. Enfim estava a ver que não! Estas autárquicas já começavam a maçar, não só os candidatos,(que ainda não tinham tido tempo para descansar das legislativas) como o povo que já andava farto de tanta festa, pois está mais que provado que festas que não sejam de casamentos, aniversários e baptizados, não enchem barriga. Agora vamos lá a ver se os portugueses não desiludem o nosso primeiro-ministro, pois ele há pouco em entrevista a um jornal dizia, que o P.S não se candidata para perder, e que ganha quem tiver mais votos! Olha, mas que grande novidade! Fiquei mesmo boquiaberta de espanto perante tal revelação. A candidata do P.S.D, também não quer ficar a trás, e tudo tem feito para dar uma mãozinha a alguns candidatos de câmaras mais relevantes do país. É assim mesmo! Quem quer ter tachos limpinhos, também tem que os arear. E os amigos são para todos os dias, e não só para as ocasiões.
Depois da festa acabada é tempo de limpar e arrumar a casa. E os principais líderes deste país têm o dever de se despirem de preconceitos, arregaçarem as mangas, darem as mãos, e enfrentarem os novos desafios que os espera, e quem sabe no próximo ano não estarão eles próprios em Estocolmo, para receber o prémio Nobel. Bem acho que já estou a meter água pois o Nobel da má governação ainda não foi instituído! Pois Não!?

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Cuidado com as crianças

Se você é dono de um cachorro que pertence a uma das raças perigosas por favor leia esse aviso.Nunca deixe seu cachorro sozinho com uma criança sem alguém para cuidar em nenhuma circunstância.Um minuto foi o suficiente para acontecer o que aconteceu, olhe a foto abaixo..

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

A justiça que (não) temos

Desde muito pequena que aprendi a respeitar a lei. E a lei, eu a via representada na figura dos agentes da autoridade (GNR). Na altura a que me reporto, essa autoridade vestida a rigor e armada, impunha respeito e até medo principalmente a uma criança que teria sensivelmente sete anos à altura do episódio que vou contar. Certo dia vinha da escola, na companhia de algumas colegas, e resolvemos invadir uma propriedade alheia para apanhar laranjas, que seriam o nosso lanche. Claro que o dono do pomar não se importava nada, que as crianças da aldeia apanhassem laranjas, visto o pomar ser enorme e não ter escoamento para tanta quantidade. (Mas não era essa a opinião das autoridades desse tempo.) Depois de termos apanhado alguns frutos, voltamos novamente para a estrada, e para nosso espanto demos de caras com uma dessas patrulhas. Com a autoridade que podiam exercer obrigaram-nos a deixar ali a mercadoria, e fomos ameaçadas que nos poderiam prender caso voltássemos a fazer o mesmo.
Acho que fiquei traumatizada, porque ainda hoje quando vejo uma patrulha, sinto um certo arrepio na espinha. Isto passou-se no tempo da outra senhora: Hoje os miúdos já não são os mesmos, as laranjas também são outras, e as autoridades não têm a mesma autoridade.
Tudo isto para lembrar como os tempos são outros, e em certas questões, não são melhores.
Li num jornal regional, dois casos que se passaram numa pequena cidade deste país. No espaço de dois dias duas pessoas foram esfaqueadas (uma delas está em estado muito grave) e nas duas ocorrências as autoridades não estavam por perto, (porque nos dias de hoje elas nunca estão por perto) mas quando chamadas ao local do crime nada fazem, porque os agressores não foram apanhados em flagrante delito. Ora os criminosos estão em liberdade a aguardar julgamento, senão tiverem afim se se chatear com a coisa, vão para um monte escavam umas grutas, e ficam por lá uns anos, pode ser que passe a esquecido (ou não). E o pessoal que pensa poder correr algum risco quando sai à rua o melhor é chamar as autoridades, porque nunca se sabe quando ao virar da esquina dá de caras com uma faca, e assim já vai prevenido, e com a certeza que se algo lhe acontecer o criminoso será responsabilizado.
Ainda hoje quando vejo uma farda, sinto um arrepio, lembro-me de laranjas e de como a justiça funcionava no tempo da outra senhora.

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Limpar Portugal

Eu já faço parte do movimento Limpar Portugal! E tu porque esperas? Inscreve-te através deste link http://limparportugal.ning.com/?xgs1=1 todos juntos vamos contribuir para um pais mais limpo e visualmente mais bonito. Somos todos responsáveis, temos o dever de deixar as florestas limpas para as gerações vindouras. Junta-te a nós e no dia 20 de Março de 2010, vamos todos LimparPortugal.

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Transferir

RecadosAnimados.com Realmente isto das novas tecnologias tem muito que se lhe diga. Pelo menos para mim que sou maçarica, deparo-me com sérias dificuldades. O que mais mais me chateia é não conseguir inserir vídeos, quando tento dá sempre erro. Hoje optei por fazer uma transfrência e vamos ver se correu bem. Pois é! Dá vontade de mandar transferir isto tudo e não só. LOL

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Cavaco Silva and Fernando Lima

Fernando Lima, responsável pela assessoria para a Comunicação social da Presidência da República, foi esta segunda-feira afastado do cargo por Cavaco Silva, depois de na passada sexta-feira o jornal 'Diário de Notícias' (DN) o ter denunciado como fonte do diário 'Público' no 'Caso das Escutas'. Fernando Lima, de 59 anos, iniciou-se me jornalismo no 'Comércio do Porto' e foi director do 'DN' de 2003 a 2004. Trabalhava como assessor e conselheiro do Presidente da República, Cavaco Silva, desde que este ocupou pela primeira vez o cargo de primeiro-ministro, em 1985. A função passará a ser desempenhada por José Carlos Vieira, denominado no site da Presidência como 'consultor'. Recorde-se que no passado dia 18 de Agosto, já em altura de pré-campanha eleitoral, o diário 'Público' iniciou a polémica das escutas, com a publicação de notícias onde era assegurado que Cavaco Silva suspeitava estar a ser espiado por elementos ligados ao Governo chefiado por José Sócrates.
Pois é boatos são boatos! Venham eles de onde vierem fazem sempre rolar cabeças. Desta vez rolou a de Fernando Lima, amigo de longa data "do Presidente." Está agora provado que quando estes figurões não escapam, então já ninguém está mesmo a salvo.
Agora o que me intriga mesmo, é o que está por detrás de toda esta história. Mas a verdade verdadinha, não é para o comum dos mortais! Mas o melhor ainda está para vir, e eu garanto estar mortinha por ouvir as explicações do Sr. Silva e perante as afirmações que ele tem feito ultimamente, não me admira nada vê-lo todo "encavacado". Por tudo isto o melhor é não darmos ouvidos a boatos, deixar expiar quem o quiser fazer, escutar quem quiser escutar, não dar com a boca no trombone, pois já temos o exemplo do que nos pode acontecer. Este País é mesmo uma rica pérola! Será este um adjectivo apropriado? Talvez antes uma anedota...

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Vacina da gripe... e consequências

O Governo britânico alerta que a vacina da gripe pode provocar paralisia e insuficiência respiratória, levando mesmo à morte. O Executivo do Reino Unido, através da Agência de Protecção de Saúde, entidade responsável pela supervisão da saúde pública, enviou um documento secreto a 600 neurologistas a exigir saber por que razão não foram divulgadas as possíveis consequência da vacina da gripe A, avança o "Correio da Manhã". A carta, enviada no passado dia 29 de Julho, revela que a vacina da gripe A pode provocar uma doença neurológica grave, a síndrome Guillain-Barré, que causa paralisia, insuficiência respiratória e pode levar à morte. O documento cita o exemplo de uma vacina semelhante nos Estados Unidos, em 1976, que causou mais mortes do que a gripe. Questionado pelo CM sobre estes efeitos secundários da vacina, o presidente da Associação Portuguesa dos Médicos de Saúde Pública, Mário Jorge Rêgo, afirmou que "essa situação é muito bem conhecida da classe", salientando que "quase todas as vacinas podem causar essa síndrome, mas o aparecimento destes casos são raros".
Em vez da Vacina, um bom garrafão de tinto do Dão ou de Borba com umas fatias de presunto e para lastro, uma morcela e uma chouriça Alentejana, tudo isto rematado com um pequena cálice de bagaceira de medronho terminando na cama sem conduzir. Quero ver qual o vírus A B ou C que resiste a este tratamento. Vão por mim... ps. Esta é uma opinião de um português de Portugal. Pois bem já somos no mínimo dois, pois partilho da mesma opinião! Prefiro afogar o vírus em vez de injecta-lo: E depois é muito mais prático um copo do que uma agulha. Disso não tenho dúvidas. E mais se há alguém a querer encher os bolsos, podem tirar o cavalinho da chuva que daqui não mamam nada.

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

O que são leis? Quem as faz? E que País é este onde vivemos?

Hoje a TVI (mais concretamente o programa as tardes da Júlia) transmitiu e debateu uma reportagem que me deixou completamente estupefacta. Em Loures que fica às portas de Lisboa, e para quem não sabe fica num País chamado Portugal, um país que perante o mundo se diz ser evoluído e democrata, acontecem situações indignas até para qualquer país terceiro mundista. Pois bem nessa zona existe um canil, com mais de uma centena de animais que vivem pelo menos desde 2004 (altura em que foram referenciados pela primeira vez) numas condições que seriam impensáveis aos olhos de qualquer pessoa. Os animais sobrevivem em cima de trinta toneladas de ossadas de animais, dos quais são alimentados, e quando esse alimento não é assegurado, eles alimentam-se das carcaças da mesma espécie, que entretanto devido à fome e a doenças, vão sucumbindo. A Câmara de Loures, parece ter sido a entidade que primeiro deu o alarme, e conjuntamente com a Ordem dos Veterinários, as autoridades policiais, e até uma associação dos direitos dos animais, têm tentado persuadir o dono do canil, no sentido de alimentar os animais, de os vacinar e desparasitar, tudo isto sem sucesso. O Tribunal foi acusado de não dar relevância ao caso e nem sequer avança com qualquer providência para que este caso possa ter qualquer desfecho. Isto para além de ser um atentado ao direito dos animais, é também um problema de saúde pública. Mas claro é um assunto que não tem o impacto suficiente para abrir telejornais.
Afinal quem é essa personagem que recebe as pessoas com um pau que tem na ponta uma faca afiada e, parece criar impotência em toda a gente? Que pessoa é essa que parece estar acima de qualquer lei deste país, e que segundo foi dito até está numa propriedade que não é sua e da qual não tem contrato de arrendamento? Que tipo de negócio está por detrás de tudo isto? Quem serão as pessoas envolvidas? Quem faz as leis deste país que permite que criminosos como estes continuem impunes, quando a ASAE encerra a sopa dos pobres, por causa de umas baratas mortas debaixo do lava -loiça, e deixa por tempo indeterminado largas dezenas de pessoas sem comida? Que gente é esta? Que leis são estas? De que é que afinal têm medo? Que País afinal é este. Por favor alguém me responda. Pois posso estar em Marte, e nunca ter dado por isso.

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

«Talvez Cristiano Ronaldo esteja ansioso» - Valdano»

O director geral do Real Madrid reconheceu que Cristiano Ronaldo pode estar a sofrer de alguma ansiedade para demonstrar o seu valor. Ainda assim, Jorge Valdano mostra-se confiante nas capacidades do internacional português, comparando o seu percurso aos primeiros tempos de Zidane.«Pessoalmente gostei de Cristiano Ronaldo no primeiro jogo do Campeonato. Marcou um golo de ‘penalty’ e teve algumas boas jogadas... Mas talvez esteja a sofrer de alguma ansiedade, pois é muito profissional e pretende sempre ser o melhor», afirmou Valdano, em declarações à rádio espanhola RNE.O dirigente não deixou, porém, de mostrar confiança nas capacidades no protagonista da transferência mais cara de sempre na história do futebol. «Vamos esperar pelos próximos jogos e ver. Isto também se passou com Zidane», considerou. 21:38 - 10-09-2009
Pois bem esta é uma notícia bem fresquinha da Redacção da Bola: Até parece que o Sr Jorge Valdano visitou o meu blog e me está a responder! Pelo menos a minha opinião não é assim tão absurda; o rapaz anda mesmo ansioso segundo o próprio Valdano, e diz ainda «Vamos esperar pelos próximos jogos e ver», porque será que vejo um pouco de desilusão nesta afirmação!...Enfim tudo isto faz parte do jogo, e como todos sabemos no jogo tanto se pode ganhar como perder.

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Por onde anda o Ronaldo

Imagem da net
Eu não sou uma grande adepta de futebol, mas quando é a nossa selecção a jogar, por uma questão de patriotismo até que gosto de ver. Foi o que aconteceu hoje ao final da tarde. Portugal jogou com a Hungria e venceu por uma bola a zero. Venceu mas não convenceu.
Mas a finalidade deste post é para falar um pouco do melhor jogador do mundo. O puto maravilha parece não estar nos melhores dias, pelo que eu tenho apreciado, ele este ano ainda não fez nada que se visse, nem aqui nem no Real Madrid. Em campo não o vejo fazer mais ou melhor que os seus companheiros, e por essa razão custa-me a aceitar como é que podem ter dado tanto dinheiro a um jogador só porque foi eleito o melhor do mundo. Está visto que tanta fama e dinheiro pode-lhe muito bem ter subido à cabeça, e quando a cabeça está baralhada, todos sabemos que não funciona na normalidade Mas claro a culpa não é dele: Ele não passa de um miúdo maravilha que sabe jogar à bola. E que a máquina que está por trás deste mundo obscuro do Futebol elevou ao estatuto de um Deus. Mas a verdade é que a pressão sobre ele é muita, e ele começa a acusar essa pressão. Basta olhar para ele quando está em campo, para ver que ele se sente pressionado. Só espero que este conto de fadas tenha um final feliz. E já agora aproveito para dizer que um dos aspectos positivos do jogo, era o relvado estava muito verde e bem tratado. Boa! Nunca tinha pensado nisto antes! Mas a verdade é que nunca vi nenhum equipamento, que fosse todo castanho! Os jogadores até ficavam todos janotas...Acho eu.

Novo visual...casa arrumada

imagen da net
Quem me visita a partir de agora encontra este cantinho com um novo visual. Como em tudo na vida, de quando em vez é necessário renovar os espaços para que não se tornem monótonos nem repetitivos. Penso que o espaço está mais harmonioso e visivelmente mais arrumado. Espero que gostem e continuem a visita-lo como têm feito até agora. Voltem sempre não dói e é de borla.
Não façam cerimónia, pois estão sempre convidados, e serão sempre recebidos com um sorriso! Bem este aparte até me saiu bem não acham? Mas pronto já agora também podem sempre deixar um comentário! Nem que seja para dizer que o meu blog é uma treta... Vá lá não me desiludam! Eu sei que são capazes! Só que nem sempre mostram o que valem! Não é?

terça-feira, 8 de setembro de 2009

A gripe que caíu do céu

Embora já comece a haver alguma desmistificação em relação à gripe, H1N1 continua a existir uma grande histeria. Ainda há pouco o Jornal Nacional mostrou um depoimento duma jovem que esteve infectada com o vírus, e segundo ela os sintomas foram debelados em apenas dois dias, apenas com recurso a antipiréticos. Ela relatou que achou descabido, todo o aparato em redor dela, desde o recurso a máscaras tanto para ela como para os profissionais de saúde, até ao modo como foi assistida no hospital. Na mesma notícia, os profissionais de saúde dizem que esta gripe é menos nefasta que a gripe sazonal, visto esta última ter um número muito superior de mortes, mas nunca isso foi motivo de abertura de telejornais. Dizem ainda que a administração do Tamiflu pode ser muito prejudicial em determinados casos, que é preciso ponderar os aspectos negativos dessa mesma prescrição. Por outro lado e fazendo ouvidos moucos a tudo isto, continua a corrida aos desinfectantes, ás mascaras ( que as há para todos os gostos) para o menino e para a menina, animadas e tudo. Ele é o Rucca o Noddy a Barby, enfim tudo que é heróis animados, até parece que vivemos num mundo do faz de conta. Perante tal cenário, temo que esta gripe que parece ter caído do céu esteja a servir para engordar os tubarões das indústrias farmacêuticas, e todos os outros que aproveitam e apanham a boleia e enchem também os bolsos. Mas a cereja no topo do bolo cabe ao governo. Este através do ministério da saúde já fez uma encomenda de seis milhões de vacinas. Não! Não estou enganada! São seis milhões de vacinas, para prevenir uma gripe que apenas em casos excepcionais se pode revelar fatal. E se cada dose dessa vacina têm um custo unitário de oito euros,(parafraseando um conhecido político) é só fazer as contas.
Gostava que os portugueses ponderassem sobre esta questão: Se o fizerem depressa chegaram à conclusão que estão a ser manipulados, e que tudo isto só pode servir outros propósitos. Só é de lamentar que o governo seja conivente com toda esta cambada de parasitas gananciosos, que está sempre à espreita e na mira do lucro fácil, aproveitando-se das fragilidades e medos do ser humano. Haja vergonha e mais respeito por todos nós...

domingo, 6 de setembro de 2009

Portugal no seu melhor

Segunda-feira passada, a meio da tarde, faço a A-6, em direcção a Espanha e na companhia de uma amiga estrangeira; quarta-feira de manhã, refaço o mesmo percurso, em sentido inverso, rumo a Lisboa. Tanto para lá como para cá, é uma auto-estrada luxuosa e fantasma. Em contrapartida, numa breve incursão pela estrada nacional, entre Arraiolos e Borba, vamos encontrar um trânsito cerrado, composto esmagadoramente por camiões de mercadorias espanhóis. Vinda de um país onde as auto-estradas estão sempre cheias, ela está espantada com o que vê: - É sempre assim, esta auto-estrada? - Assim, como? - Deserta, magnífica, sem trânsito? - É, é sempre assim. - Todos os dias? - Todos, menos ao domingo, que sempre tem mais gente. - Mas, se não há trânsito, porque a fizeram? - Porque havia dinheiro para gastar dos Fundos Europeus, e porque diziam que o desenvolvimento era isto. - E têm mais auto-estradas destas? - Várias e ainda temos outras em construção: só de Lisboa para o Porto, vamos ficar com três. Entre S. Paulo e o Rio de Janeiro, por exemplo, não há nenhuma: só uns quilómetros à saída de S. Paulo e outros à chegada ao Rio. Nós vamos ter três entre o Porto e Lisboa: é a aposta no automóvel, na poupança de energia, nos acordos de Quioto, etc. - respondi, rindo-me. - E, já agora, porque é que a auto-estrada está deserta e a estrada nacional está cheia de camiões? - Porque assim não pagam portagem. - E porque são quase todos espanhóis? - Vêm trazer-nos comida. - Mas vocês não têm agricultura? - Não: a Europa paga-nos para não ter. E os nossos agricultores dizem que produzir não é rentável. - Mas para os espanhóis é? - Pelos vistos... Ela ficou a pensar um pouco e voltou à carga: - Mas porque não investem antes no comboio? - Investimos, mas não resultou. - Não resultou, como? - Houve aí uns experts que gastaram uma fortuna a modernizar a linha Lisboa-Porto, com comboios pendulares e tudo, mas não resultou. - Mas porquê? - Olha, é assim: a maior parte do tempo, o comboio não 'pendula'; e, quando 'pendula', enjoa de morte. Não há sinal de telemóvel nem Internet, não há restaurante, há apenas um bar infecto e, de facto, o único sinal de 'modernidade' foi proibirem de fumar em qualquer espaço do comboio. Por isso, as pessoas preferem ir de carro e a companhia ferroviária do Estado perde centenas de milhões todos os anos. - E gastaram nisso uma fortuna? - Gastámos. E a única coisa que se conseguiu foi tirar 25 minutos às três horas e meia que demorava a viagem há cinquenta anos... - Estás a brincar comigo! - Não, estou a falar a sério! - E o que fizeram a esses incompetentes? - Nada. Ou melhor, agora vão dar-lhes uma nova oportunidade, que é encherem o país de TGV: Porto-Lisboa, Porto-Vigo, Madrid-Lisboa... e ainda há umas ameaças de fazerem outro no Algarve e outro no Centro. - Mas que tamanho tem Portugal, de cima a baixo? - Do ponto mais a norte ao ponto mais a sul, 561 km . Ela ficou a olhar para mim, sem saber se era para acreditar ou não. - Mas, ao menos, o TGV vai directo de Lisboa ao Porto? - Não, pára em várias estações: de cima para baixo e se a memória não me falha, pára em Aveiro, para os compensar por não arrancarmos já com o TGV deles para Salamanca; depois, pára em Coimbra para não ofender o prof. Vital Moreira, que é muito importante lá; a seguir, pára numa aldeia chamada Ota, para os compensar por não terem feito lá o novo aeroporto de Lisboa; depois, pára em Alcochete, a sul de Lisboa, onde ficará o futuro aeroporto; e, finalmente, pára em Lisboa, em duas estações. - Como: então o TGV vem do Norte, ultrapassa Lisboa pelo sul, e depois volta para trás e entra em Lisboa? - Isso mesmo. - E como entra em Lisboa? - Por uma nova ponte que vão fazer. - Uma ponte ferroviária? - E rodoviária também: vai trazer mais uns vinte ou trinta mil carros todos os dias para Lisboa. - Mas isso é o caos, Lisboa já está congestionada de carros! - Pois é. - E, então? - Então, nada. São os especialistas que decidiram assim. Ela ficou pensativa outra vez. Manifestamente, o assunto estava a fasciná-la. - E, desculpa lá, esse TGV para Madrid vai ter passageiros? Se a auto-estrada está deserta... - Não, não vai ter. - Não vai? Então, vai ser uma ruína! - Não, é preciso distinguir: para as empresas que o vão construir e para os bancos que o vão capitalizar, vai ser um negócio fantástico! A exploração é que vai ser uma ruína - aliás, já admitida pelo Governo - porque, de facto, nem os especialistas conseguem encontrar passageiros que cheguem para o justificar. - E quem paga os prejuízos da exploração: as empresas construtoras? - Naaaão! Quem paga são os contribuintes! Aqui a regra é essa! - E vocês não despedem o Governo? - Talvez, mas não serve de muito: quem assinou os acordos para o TGV com Espanha foi a oposição, quando era governo... - Que país o vosso! Mas qual é o argumento dos governos para fazerem um TGV que já sabem que vai perder dinheiro? - Dizem que não podemos ficar fora da Rede Europeia de Alta Velocidade. - O que é isso? Ir em TGV de Lisboa a Helsínquia? - A Helsínquia, não, porque os países escandinavos não têm TGV. - Como? Então, os países mais evoluídos da Europa não têm TGV e vocês têm de ter? - É, dizem que assim entramos mais depressa na modernidade. Fizemos mais uns quilómetros de deserto rodoviário de luxo, até que ela pareceu lembrar-se de qualquer coisa que tinha ficado para trás: - E esse novo aeroporto de que falaste, é o quê? - O novo aeroporto internacional de Lisboa, do lado de lá do rio e a uns 50 quilómetros de Lisboa. - Mas vocês vão fechar este aeroporto que é um luxo, quase no centro da cidade, e fazer um novo? - É isso mesmo. Dizem que este está saturado. - Não me pareceu nada... - Porque não está: cada vez tem menos voos e só este ano a TAP vai cancelar cerca de 20.000. O que está a crescer são os voos das low-cost, que, aliás, estão a liquidar a TAP. - Mas, então, porque não fazem como se faz em todo o lado, que é deixar as companhias de linha no aeroporto principal e chutar as low-cost para um pequeno aeroporto de periferia? Não têm nenhum disponível? - Temos vários. Mas os especialistas dizem que o novo aeroporto vai ser um hub ibérico, fazendo a trasfega de todos os voos da América do Sul para a Europa: um sucesso garantido. - E tu acreditas nisso? - Eu acredito em tudo e não acredito em nada. Olha ali ao fundo: sabes o que é aquilo? - Um lago enorme! Extraordinário! - Não: é a barragem de Alqueva, a maior da Europa. - Ena! Deve produzir energia para meio país! - Praticamente zero. - A sério? Mas, ao menos, não vos faltará água para beber! - A água não é potável: já vem contaminada de Espanha. - Já não sei se estás a gozar comigo ou não, mas, se não serve para beber, serve para regar - ou nem isso? - Servir, serve, mas vai demorar vinte ou mais anos até instalarem o perímetro de rega, porque, como te disse, aqui acredita-se que a agricultura não tem futuro: antes, porque não havia água; agora, porque há água a mais. - Estás a dizer-me que fizeram a maior barragem da Europa e não serve para nada? - Vai servir para regar campos de golfe e urbanizações turísticas, que é o que nós fazemos mais e melhor. Apesar do sol de frente, impiedoso, ela tirou os óculos escuros e virou-se para me olhar bem de frente: - Desculpa lá a última pergunta: vocês são doidos ou são ricos? - Antes, éramos só doidos e fizemos algumas coisas notáveis por esse mundo fora; depois, disseram-nos que afinal éramos ricos e desatámos a fazer todas as asneiras possíveis cá dentro; em breve, voltaremos a ser pobres e enlouqueceremos de vez. Ela voltou a colocar os óculos de sol e a recostar-se para trás no assento. E suspirou: - Bem, uma coisa posso dizer: há poucos países tão agradáveis para viajar como Portugal! Olha-me só para esta auto-estrada sem ninguém!
autor desconhecido
Ps: recebi este texto por e-mail, achei-o delicioso e resolvi partilhar.

sábado, 5 de setembro de 2009

Porque te calaram...Ó Moira??

A suspensão na TVI do Jornal Nacional de Manuela Moura Guedes tornou-se manchete na imprensa, fez cair a Direcção de Informação daquela televisão e transformou-se num facto político, com a oposição a insinuar a intervenção do Governo e o primeiro-ministro a desmentir . Entretanto Manuela Moura Guedes já veio garantir, em declarações ao jornal «Expresso», que está para ficar na TVI e realça que quem beneficiou com a suspensão do «Jornal Nacional de Sexta» foi José Sócrates.
Pois é! Quando as pessoas incomodam a única forma é cortar-lhes o pio. Foi assim com a ditadura é assim com a democracia. Mudam os tempos mas as vontades de quem tem o poder, essas são as que irão prevalecer sempre.
A notícia caiu que nem uma bomba: Não dava para acreditar que depois de uma semana de trabalho, eu ia ficar sem o Jornal Nacional de sexta -feira, que em abono da verdade era o único programa da TVI que me dava gozo ver. Porque o restante conteúdo da estação, já está mais que estafado. Novelas e mais novelas e em doses industriais já não me atraem. Aquela mulher furacão, (que nem moira encantada) desencantava cada notícia mais bombástica, que dava gosto ver e ouvir: Incomodava lá isso incomodava, mas apenas a quem tem o rabo preso: Agora o povo que paga os seus impostos, esse tem todo o direito de saber o que se passa nos bastidores. Como num qualquer espectáculo de circo (e uma vez que não é amador) devemos saber quem escreve o guião quem é o encenador e quem são os actores. Gostamos de saber o nome dos animais, e também quem são os ilusionistas, malabaristas, e palhaços. Se pagamos para que o espectáculo se realize, também devemos estar informados. Por isso não é justo que o cartaz não seja exposto.
Se os motivos porque a calaram são políticos, a política vai ficar enfadonha sem graça sem pica: Se foram económicos, acredito que o grupo detentor da estação vai ficar mais pobre. Os portugueses não vão perdoar, que tivessem mandado calar a "Moira."

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Eu aqui me confesso

Se há dias complicados na vida das pessoas, hoje sem dúvida foi para mim um deles. Por estar um pouco sensível vou por a nu algo sobre mim. Criei este blog há cerca de três meses com a única finalidade de desabafar as coisas que me vão na alma. Que me perdoem os verdadeiros blogistas, aqueles que realmente sabem movimentar-se neste meio, pela minha pretensão, pois tenho plena consciência que posso estar a desvirtuar, o que é ser verdadeiramente blogar. Há uns meses atrás o computador era para mim um artefacto a que eu me limitava a limpar o pó. Não tenho formação na área tecnológica: Essa componente educativa apenas os de uma geração mais recente tiveram oportunidade de aprender, (e em boa hora) porque eu agora que tomei contacto, confesso estar fascinada (para não dizer viciada que é uma palavra muito forte).
A minha instrução ficou pela primária. Passados trinta anos e porque tive sempre o gosto pela aprendizagem, voltei à escola, e concluí o sexto ano. Passados catorze anos, tive a oportunidade de fazer o nono ano, graças ao processo RVCC, e foi aí que tive o primeiro contacto com as novas tecnologias.
A partir daí uma nova janela se abriu para um mundo que me era totalmente desconhecido. Embora seja uma autodidacta, não desisto da minha aprendizagem. Todos os dias faço pesquisa, todos os dias aprendo coisas novas, erro muito mas continuo: Pois fazer e desfazer é sinonimo da aprender.
Estou empregada, já sou avó, e brevemente vou continuar a minha formação. Fazer o 12º ano é o meu objectivo, mas já prometi a mim mesmo que vou até onde as capacidades e o coração me levarem.
Por hoje fico por aqui prometo num próximo post continuar a falar sobre a minha experiência de vida, e poder demonstrar e incentivar pessoas que pensam que a partir de uma determinada idade, a vida é apenas sopas e descanso. Acreditem que a vida pode começar, quando pensamos que já não tem qualquer interesse ou motivação. A todos os que me têm visitado, aqui vai o meu agradecimento muito sincero. Muitas e boas pérolas. Até breve.

Varanda para enfeitar

O verdadeiro mestre aprende com os seus próprios erros. Por isso eu só precisava saber para que é que alguém quer uma varanda, que não vai para lado nenhum...LOL
Eu acho que pelo menos o mestre deveria ter posto uma escadinha: Não?

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Sou curiosa- Quanto a sexualidade bem resolvida dos padres

Como a vida não é só trabalho, de vez em quando aos fins de semana, procuro estar com os amigos. Geralmente reunimos à mesa, e entre uns petiscos e uns copos surgem as conversas.
Na última vez que isso aconteceu, falou-se de tudo um pouco. (E porque as conversas são como as cerejas) depressa se chegou ao tema casamento. Todos os que estávamos presentes, constatamos que os jovens hoje em dia, optam cada vez mais pela união de facto em detrimento do casamento. E isto só acontece porque não há motivação e as referências também se estão a perder. O casamento que antigamente era para a vida, agora não se sabe se é só para o dia seguinte! Então para quê casar se não existe valor nesse acto? Depois alguém depressa introduziu a questão dos padres. Porque esses parecem ser uns dos poucos que ainda acreditam no casamento: E alguns concerteza que gostariam que lhe fosse facultado. Então estávamos dissertando sobre essa questão, quando me veio à memoria uma entrevista dada por um padre a uma revista, e que eu tinha lido há já algum tempo.
Nessa entrevista o sacerdote enfatizava a importância do casamento, e que o sexo era um acto de amor, que só deveria ser realizado dentro do casamento. Mais dizia o abade: O sexo apenas podia ser praticado entre duas pessoas do sexo oposto. Pronto tudo bem...se ele o diz! Mas questionado quanto à sua sexualidade, o homenzinho diz que é muito bem resolvido sexualmente! Agora sou eu que estou baralhada(senão confusa?) Mas afinal se não pode ter sexo fora do casamento, se não pode ter sexo, com o sexo oposto e se não pode casar! Como é que diabo ele quer explicar este embrólio... Eu estou curiosa.

Alta velocidade

TGV Lisboa-Poceirão com três propostas
Já se conhecem as propostas para o concurso ao troço de Lisboa e Poceirão na Rede de Alta Velocidade. O prazo, que terminou esta segunda-feira às 16h00, revelou três consórcios, dois portugueses e um espanhol. Tratam-se dos liderados pela Brisa/Soares da Costa, o outro da Mota-Engil e o dos espanhóis FCC. O troço do TGV contempla um investimento total de 1.928 milhões de euros e integra a terceira travessia sobre o Tejo, que vai ligar Chelas ao Barreiro.
Esta é uma notícia do Correio da Manhã de hoje e que me deixou a pensar. Será este projecto uma boa opcção do governo, neste tempo de crise que o mundo atravessa? Não seria melhor repensar estes investimentos? E canalizar estas verbas para obras mais necessárias? Segundo julgo saber esta linha é para dar ligação ao novo aeroporto: Mas se as companhias de aviação estão em crise(basta ver a TAP) para quê um novo aeroporto? Bem basta de blá blá blá, isto é só conversa. O que eu queria mesmo era saber quem é que vai ganhar este concurso.
E não é que alguma coisa me está a dizer, assim como a martelar nos ouvidos. Motas e anjos, motas e anjos, motas e anjos. Só não compreendo o significado. Mas será que esta minha ficcação quererá dizer alguma coisa ? Que é estranho lá isso é. Vou tentar ser paciente e aguardar para ver os resultados.

domingo, 30 de agosto de 2009

Proposta indecente

Imagem da net
Sou oriunda de uma família de parcos recursos, que passou muitas dificuldades para alimentar os seus filhos. Não posso dizer que passei fome, digo antes; a fome passou por mim muitas vezes. Por nunca ter esquecido as minhas origens e tudo o que eu e meus familiares passaram, sinto respeito pelos alimentos, não deito fora as sobras, guardo tudo o que possa ser aproveitado, fazendo outros pratos, e assim faço também economia doméstica.
Este pequeno aparte serve apenas como introdução, para expor uma situação que me aconteceu esta semana. Sou funcionária numa pastelaria e padaria: Uma das nossas clientes costuma consumir um pão especial, que geralmente é feito por encomenda. A senhora um dia não foi buscar o dito pão, por esquecimento, segundo ela confessou: Até aqui nada de relevante nesta pequena história. Tudo começa quando a senhora é confrontada com o pedido do pagamento do pão. A senhora vai daí e diz !- eu até não me importo de pagar o pão:- "mas a senhora deita-o no lixo": Aquelas palavras ditas assim com aquela ligeireza, fizeram eco dentro de mim. Foi como se um raio me tivesse atingido e tive que a confrontar. Disse-lhe que não aceitava aquela proposta, que ela não sabia o que era querer um bocado de pão para comer, e se ela se podia dar ao luxo de deitar comida fora que o fize-se, mas para não se esqueçer que mesmo nos dias de hoje ainda havia muitas famílias a passar necessidades. A senhora não teve resposta para me dar, apenas ao sair esboçou um leve pedido de desculpa. A solução para este caso foi a seguinte : Eu como responsável pelas encomendas, paguei o pão e trouxe-o para minha casa.
Sei que há quem diga: O cliente tem sempre razão! Mas eu não aceito que me mandem deitar um pão no lixo, mesmo depois de estar pago. Fiquei indignada e durante estes dias, esta cena não me saiu do pensamento, martela nos meus ouvidos, e penso será que fui incorrecta? Será que devia ter feito o que a cliente sugeriu? Só sei que: A emoção foi mais forte que a razão: E eu não aceito que me mandem deitar pão no lixo! Isso eu não aceito...

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

As melhores frases dos piores alunos

Vale a pena ler ... ... e chorar também Não dá para resistir a uma boa gargalhada! O melhor de tudo são os comentários! Para se ser educador é, sem dúvida, preciso ter humor! *As melhores frases dos piores alunos**O Convento dos Capuchos foi construído no céculo 16 mas só no céculo 17 foi levado definitivamente para o alto do monte. * (claro! Com o peso demorou 100 anos para subir o monte!!!) *A História divide-se em 4: Antiga, Média, Momentânea e Futura, a mais estudada hoje* (a Futura é particularmente estudada pela "Maya") *O metro é a décima milionésima parte de um quarto do meridiano terrestre e para o cálculo dar certo arredondaram a Terra! *(Ups! Até eu me vi atrapalhada para fazer o cálculo. Imaginação tem ele... vai ser matemático com certeza, Portugal precisa de matemáticos com imaginação) *Quando o olho vê, não sabe o que está a ver, então ele amanda uma foto eléctrica para o cérebro que lhe explica o que está a ver.* (nada mal pensado. Somos uma máquina fotográfica em potência e em funcionamento contínuo) *O nosso sangue divide-se em glóbulos brancos, glóbulos vermelhos e até verdes! * (acho que faltam os Azuis!!Ah, mas esses com o apito dourado andam em fuga) *Nas olimpíadas a competição é tanta que só cinco atletas chegam entre os dez primeiros.*(entende-se agora a prestação de Portugal nos jogos olímpicos!!!) *O piloto que atravessa a barreira do som nem percebe, porque não ouve mais nada.* (claríssimo!! Se passou a barreira 1º do que o som, quando este chega já ele passou, por isso não o ouve. Será?) *O teste do carbono 14 permite-nos saber se antigamente alguém morreu.* (Assim de momento acho que hoje em dia basta verificar se o coração parou ou se respira... quer dizer... digo eu... mas, pelo sim pelo não, que se faça o teste do carbono 14, se os "gajos" do CSI descobrem uiui) *O pai de D. Pedro II era D. Pedro I, e de D. Pedro I era D. Pedro 0* (E antes foi o Pedro -1, já agora) *Em 2020 a caixa de previdência já não tem dinheiro para pagar aos reformados, graças à quantidade de velhos que não querem morrer.* (São uns chatos os velhos! Se o Socras topa o "jogo" deles...) *O verme conhecido como solitária é um molusco que mora no interior, mas que está muito sozinho..* ("tadinho", espero que não tenha medo do escuro ou das trovoadas, não merece tanto sofrimento) *Na segunda guerra mundial toda a Europa foi vítima da barbie! (Queria dizer, decerto, barbárie! Ainda não existiam os Morangos com Açucar... aí então é que era lindo, não era a barbie que levava a melhor não!) *O hipopótamo comanda o sistema digestivo e o hipotálamo é um bicho muito perigoso.* (nem sei que diga... se a protecção dos animais descobre estamos todos tramados) *A Terra vira-se nela mesma, e esse difícil movimento chama-se arrotação.* (não consigo encontrar melhor definição) *Lenini e Stalone eram grandes figuras do comunismo na Rússia.* (exactamente, principalmente o Stalone) *Uma tonelada pesa pelo menos 100Kg de chumbo.* (Diabos me levem...!!!) *A fundação do Titanic serve para mostrar a agressividade dos ice-bergs.* (claro, nem a experiência podia ter sido feita de maneira diferente; tinha de ser usado um dos animais mais agressivos que se conhece para obter a dita fundação) *Para fazer uma divisão basta multiplicar subtraindo.* (atenção, não tentem fazer isto em casa, pode ser perigoso... pelo menos complicado é! Pelo sim pelo não peçam esclarecimentos ao futuro professor catedrático de análise matemática) *A água tem uma cor inodora.* (pois... eu também gosto muito dessa cor) *O telescópio é um tubo que nos permite ver televisão de muito longe.* (o tipo deve ser "espião" da vizinhança, sinceramente... já ninguém quer aderir ao MEO... anda tudo a "chular" os vizinhos. Será que com o telescópio conseguiu ver a grande penalidade fora da área?!) *O sul foi posto debaixo do norte por ser mais cómodo.* (obviamente que sim. Tinha algum jeito o contrário? E até aposto que foi um alentejano que teve essa brilhante ideia) *Os rios podem escolher desembocar no mar ou na montanha.* (é isso! Ao nascerem podem escolher... viva a liberdade de escolha!) *Os escravos dos romanos eram fabricados em África, mas não eram de boa qualidade.* (Racista... só os fabricados na China é que são bons não?!) *A baleia é um peixe mamífero encontrado em abundância nos nossos rios.* (todos os dias me cruzo com baleias ao atravessar o rio, é tão giro) *Newton foi um grande ginecologista e obstetra europeu que regulamentou a lei da gravidez e estudou os ciclos de Ogino-Knaus. * (Não consigo ter palavras, nem quero pensar o que diria ele sobre a actual lei do aborto) *Ao princípio os índios eram muito atrasados mas com o tempo foram-se sifilizando.* (tal qual como quem escreveu, isto digo eu... cheia de esperança!!) *A Terra é um dos planetas mais conhecidos e habitados do mundo.* (questão para se perguntar... quantos planetas tem o mundo?) *A Latitude é um circo que passa por o Equador, dos zero aos 90º.* (os "circos" deste são mais pequenos que o habitual, mas está bem, é uma opinião a ser estudada!!) Também gosto de por o... *Caudal de um rio, é quando um rio vai andando e deixa um bocadinho para trás!* (é claro. Caso contrário ficava vazio depois de passar. Deve ser uma forma de o encontrarem) *Princípio de Arquimedes: qualquer corpo mergulhado na água, sai completamente molhado. * (disso não há dúvida nenhuma)

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Para chorar de vergonha-Eduardo Prado Coelho

Eduardo Prado Coelho, antes de falecer (25/08/2007), teve a lucidez de nos deixar esta reflexão, sobre nós todos, por isso façam uma leitura atenta. Precisa-se de matéria prima para construir um País Eduardo Prado Coelho - in Público A crença geral anterior era de que Santana Lopes não servia, bem como Cavaco, Durão e Guterres. Agora dizemos que Sócrates não serve. E o que vier depois de Sócrates também não servirá para nada. Por isso começo a suspeitar que o problema não está no trapalhãoque foi Santana Lopes ou na farsa que é o Sócrates. O problema está em nós. Nós como povo. Nós como matéria prima de um país. Porque pertenço a um país onde a ESPERTEZA é a moeda sempre valorizada, tanto ou mais do que o euro. Um país onde ficar rico da noite para o dia é uma virtude mais apreciada do que formar uma família baseada em valores e respeito aos demais. Pertenço a um país onde, lamentavelmente, os jornais jamais poderão ser vendidos como em outros países, isto é, pondo umas caixas nos passeios onde se paga por um só jornal E SE TIRA UM SÓ JORNAL,DEIXANDO-SE OS DEMAIS ONDE ESTÃO. Pertenço ao país onde as EMPRESAS PRIVADAS são fornecedoras particularesdos seus empregados pouco honestos, que levam para casa,como se fosse correcto, folhas de papel, lápis, canetas, clips e tudo o que possa ser útil para os trabalhos de escola dos filhos... e para eles mesmos. Pertenço a um país onde as pessoas se sentem espertas porque conseguiram comprar um descodificador falso da TV Cabo, onde se frauda a declaração de IRS para não pagar ou pagar menos impostos. Pertenço a um país: -Onde a falta de pontualidade é um hábito; -Onde os directores das empresas não valorizam o capital humano. -Onde há pouco interesse pela ecologia, onde as pessoas atiram lixo nas ruas e, depois, reclamam do governo por não limpar os esgotos. -Onde pessoas se queixam que a luz e a água são serviços caros. -Onde não existe a cultura pela leitura (onde os nossos jovens dizem que é 'muito chato ter que ler') e não há consciência nem memória política, histórica nem económica. -Onde os nossos políticos trabalham dois dias por semana para aprovar projectos e leis que só servem para caçar os pobres, arreliar a classe média e beneficiar alguns. Pertenço a um país onde as cartas de condução e as declarações médicas podem ser 'compradas', sem se fazer qualquer exame. -Um país onde uma pessoa de idade avançada, ou uma mulher com uma criança nos braços, ou um inválido, fica em pé no autocarro, enquanto a pessoa que está sentada finge que dorme para não lhe dar o lugar. -Um país no qual a prioridade de passagem é para o carro e não para o peão. -Um país onde fazemos muitas coisas erradas, mas estamos sempre a criticar os nossos governantes. Quanto mais analiso os defeitos de Santana Lopes e de Sócrates, melhor me sinto como pessoa, apesar de que ainda ontem corrompi um guarda de trânsito para não ser multado. Quanto mais digo o quanto o Cavaco é culpado, melhor sou eu como português, apesar de que ainda hoje pela manhã explorei um cliente que confiava em mim, o que me ajudou a pagar algumas dívidas. Não. Não. Não. Já basta. Como 'matéria prima' de um país, temos muitas coisas boas, mas falta muito para sermos os homens e as mulheres que o nosso país precisa. Esses defeitos, essa 'CHICO-ESPERTERTICE PORTUGUESA' congénita, essa desonestidade em pequena escala, que depois cresce e evolui até se converter em casos escandalosos na política, essa falta de qualidade humana, mais do que Santana, Guterres, Cavaco ou Sócrates, é que é real e honestamente má, porque todos eles são portugueses como nós, ELEITOS POR NÓS. Nascidos aqui, não noutra parte... Fico triste. Porque, ainda que Sócrates se fosse embora hoje, o próximo que o suceder terá que continuar a trabalhar com a mesma matéria prima defeituosa que, como povo, somos nós mesmos. E não poderá fazer nada... Não tenho nenhuma garantia de que alguém possa fazer melhor, mas enquanto alguém não sinalizar um caminho destinado a erradicar primeiro os vícios que temos como povo, ninguém servirá. Nem serviu Santana, nem serviu Guterres, não serviu Cavaco, nem serve Sócrates e nem servirá o que vier. Qual é a alternativa ? Precisamos de mais um ditador, para que nos faça cumprir a lei com a força e por meio do terror ? Aqui faz falta outra coisa. E enquanto essa 'outra coisa' não comece a surgir de baixo para cima, ou de cima para baixo, ou do centro para os lados, ou como queiram, seguiremos igualmente condenados, igualmente estancados... igualmente abusados ! É muito bom ser português. Mas quando essa portugalidade autóctone começa a ser um empecilho às nossas possibilidades de desenvolvimento como Nação, então tudo muda... Não esperemos acender uma vela a todos os santos, a ver se nos mandam um messias. Nós temos que mudar. Um novo governante com os mesmos portugueses nada poderá fazer. Está muito claro... Somos nós que temos que mudar. Sim, creio que isto encaixa muito bem em tudo o que anda a acontecer-nos: Desculpamos a mediocridade de programas de televisão nefastos e, francamente, somos tolerantes com o fracasso. É a indústria da desculpa e da estupidez. Agora, depois desta mensagem, francamente, decidi procurar o responsável, não para o castigar, mas para lhe exigir (sim, exigir)que melhore o seu comportamento e que não se faça de mouco, de desentendido. Sim, decidi procurar o responsável e ESTOU SEGURO DE QUE O ENCONTRAREI QUANDO ME OLHAR NO ESPELHO. AÍ ESTÁ. NÃO PRECISO PROCURÁ-LO NOUTRO LADO. E você, o que pensa ?... MEDITE ! EDUARDO PRADO COELHO Ps: Esta reflexão de Eduardo Prado Coelho, foi- me enviada via e-mail, por uma amiga. Achei-a verdadeiramente genial. Por essa razão fiz questão de a partilhar. É sem sombra de dúvida uma pérola verdadeira. Foi há dois anos que este grande HOMEM nos deixou.

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Revolução tecnológica e não só!!!

Em poucos anos, devido à inovação tecnológica, deixamos de ter em nossas casas aqueles televisores, que mais pareciam um mamarracho, tal não era o espaço que ocupava dentro das nossas salas. Hoje sem dúvida a nossa casa está bem mais harmoniosa, mas há sempre o reverso da medalha, ou como diria a minha avó não há bela sem um senão:
Eu passo a explicar: Há uns anos atrás a área de um apartamento, pouco maior era que a área de uma casa de banho dos tempos modernos. Então para podermos estar informados sobre o que se passava no mundo e arredores, (ainda não havia Internet para tolos) tentávamos e com dificuldade encaixar na sala o dito caixote (vulgo mamarracho) mas aí não sobrava espaço para mais nada. A solução para o homem era a dieta! Nada de cerveja nada de tremoços e amendoins. Pudera já não havia espaço para as cascas! Dava gosto ver os nossos homens elegantes e ao mesmo tempo cheios de energia e vitalidade. Enfim um regalo para os olhos. Hoje que podíamos ter uma sala com espaço avantajado, os homens resolveram de imediato ocupa-lo. E nós ficamos chateadas...Pois claro que ficamos chateadas!

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Doenças contagiosas

Multas para quem não notificar doenças contagiosas podem chegar aos 25 mil euros
Parece que existia uma lei da Assembleia da República que punia com uma coima de 200$00 para quem escondesse (ou não divulgasse ) que era portador de doença contagiosa. Confesso que desconhecia tal lei, mas também é normal, uma vez que a lei é de 1949, e eu já nasci depois dessa data. Na escola também não fui informada! Da República só aprendi quem era o PRESIDENTE dela mesma, e o outro o do CONSELHO que estavam lá na sala de aula, bem por cima do quadro, olhando para mim, (parecendo dizer!) nunca te esqueças que quem manda nesta República, somos nós ouviste? Bem não foi por muito mais tempo! Mas isso eu aprendi e não o esqueci.
Mas agora como esta lei de facto estava ultrapassada e não acompanhava a inflação, em Setembro a lei vai ser alterada, entrando em vigor multas mais de acordo com os vencimentos dos cidadãos, e a acompanhar a inflação, que podem ir até 25.000 euros. Como eu não faço parte daqueles que têm tanto dinheiro assim, (se tivesse não era para pagar essas multas) mandava-o antes para um PARAÍSO daqueles onde os fiscais não têm entrada.
Antes que as coisas deem para o torto vou denunciar e já! As minhas doenças contagiosas: A saber: Bocejo muito: Quem está ao meu lado fica logo contaminado.
Mijo muito: Quando mija um português, mijam logo dois ou três.
Agora só desejo que os cidadãos, sigam o meu exemplo e denunciem também o que os infecta. Vale tudo; piolhos, chatos, sarna, enfim tudo o que se lembrarem, desde que seja apegadiço. Estas são as infecções classe média baixa: Agora será que as de classe alta também devem ser denunciadas? Algumas que eu tenho dúvidas se necessitam ser denunciadas! Reformas chorudas, tachos, cunhas, e outras um pouco abichanadas que parecem ser de forte contágio. Os cidadãos precisam ser mais informados...

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Uma pérola do Google Street View

Ip Jornal - ‎7 horas atrás‎ O Google Street View lançou recentemente o seu software onde mostra as ruas de Lisboa e não só mas parece que teve um mau começo, existindo já algumas imagens de caras de pessoas e matriculas de carros. Segundo o Google, a aplicação conseguirá ...
Nem queria acreditar! Depois de ter visto no meu TV a notícia de que o Google havia lançado um programa em que mostrava ao vivo e a cores imagens de algumas cidades Portuguesas. Como devem imaginar, corri de imediato para o meu PC para ver as novidades! (é que eu já há muito tempo que não ia a Lisboa ) por vezes até dava comigo a pensar (será que ela ainda está no mesmo sítio?) E não é que dou de caras com o meu primo Evaristo! Ele ia na rua, eu ainda lhe gritei - Oh! primo Evaristo - Oh! primo Evaristo! Ele ainda olhou mas como não deve ter visto ninguém, lá seguiu à sua vida. Eu agora até queria fazer uma sugestão aos senhores directores de O Google Street View! Se seria possível porém também o número do telemóvel do meu primo Evaristo para assim eu poder entrar em contacto com ele. O desgraçado já há um bom par de anos que deu ao cavanço cá da aldeia, deixou a minha prima Etelvina (coitada) com meia dúzia de bocas para sustentar e nunca mais deu notícias. Eu já andava a pensar em ir ao programa "as tarde da Júlia" para ver se conseguia saber o paradeiro dele, mas agora está tudo mais facilitado. Lá para amanhã se Deus quiser vou outra vez ver se vejo o meu primo Evaristo, e com um pouco de sorte já lá estará o dito número de telemóvel do primo Evaristo: Evaristo - Evaristo: Desta vez não tens como escapar disto!...

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Violação e humilhação

O Hospital de Santa Maria de Lisboa descartou responsabilidades pela não realização da peritagem para detectar um caso de possível violação, alegando que estes são sempre encaminhados para serviços de medicina legal, encerrado à noite "por falta de médicos da especialidade."Esta foi a notícia mais (extra)ordinária que li e ouvi hoje. Uma jovem de 17 anos é violada algures na cidade de Lisboa, então o mais acertado é dirigir-se ao hospital para ser observada, pois só mediante essas provas ela poderá apresentar uma queixa formal contra o agressor. Então a miúda chega lá num estado lastimoso e dá de caras com uns homenzinhos e mulherzinhas verdes e atarracados(que se não me engano são de Marte) que se viram para a pobre menina (ou se calhar nem se viram porque devem ter os olhos noutro sítio qualquer) e pura e simplesmente a mandam para casa com as seguintes recomendações:
  • Não tomar banho
  • Não mudar de roupa
  • Não comer
  • Não beber
  • Não lavar os dentes
Todas estas recomendações por um período superior a doze horas:
Confesso que apanhei com um balde de água fria! Eu completamente convencida que o meu PAÍS era um país evoluído onde os profissionais de saúde eram homens e mulheres, pais e mães de família e afinal não passam de uns marcianos (ou será mercenários?) Que estão apenas movidos pelo dinheiro que encaixam no final de cada mês. Não acredito que sejam humanos,
pais e mães de família, se o fossem, não fariam aquela jovem passar por esta vergonha e humilhação, e lembrar-se-iam que hoje foi ela, amanhã poderá ser a filha de um ou uma marciana qualquer. Lá porque não são deste planeta, a partir do momento que cá assentaram arraiaes estão expostos aos mesmos perigos que nós mortais.
Isto é o planeta Terra, estamos num país que fica no cú de judas e se chama Portugal. Mas nem por isso os cidadãos merecem ser tratados com menos respeito e dignidade.
Ps. Se isto é um barrete e servir a alguém em particular, façam o favor de o enfiar. E mais não digo...

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Oração dos aflitos

>

Porquê

(Imagem fanada na net)
Porque os outros se mascaram mas tu não Porque os outros usam a virtude Para comprar o que não tem perdão. Porque os outros têm medo mas tu não. Porque os outros são os túmulos caiados Onde germina calada a podridão. Porque os outros se calam mas tu não. Porque os outros se compram e se vendem E os seus gestos dão sempre dividendo. Porque os outros são hábeis mas tu não. Porque os outros vão à sombra dos abrigos E tu vais de mãos dadas com os perigos. Porque os outros calculam mas tu não.
(Sofia de Mello Breyner Andresen)

domingo, 16 de agosto de 2009

Assassino de muros

Imagem retirada da net
A este muro nem os anjinhos o salvaram

Esta imagem foi retirada da net

Esta imagem é uma personificação do assassino de muros, que retratei no post anterior

Seguros até rima com muros

As companhias de seguros são um segmento dos serviços mais agressivos que existe. Para além das coberturas que todos sabemos serem obrigatórias, os cidadãos são constantemente assediados com produtos que visão a sua protecção, em qualquer tipo de risco a que estejam expostos no dia a dia. Mas isto dos seguros tem muito que se lhes diga! Quem não se informar devidamente sobre todo o processo arrisca-se a pagar pagar e na hora de ser reembolsado por algum eventual prejuízo então aí começam os amargos de boca. As companhias de seguros usam todas as manhas para não pagarem e quando o fazem, nem sempre agem da forma mais ortodoxa.

Este é um caso verídico. Na minha cidade, mais concretamente na praceta onde eu moro, existe um muro (não o da vergonha mas quase) que estava ali quietinho como sempre, quando certa noite um morador da dita praceta, parece ter-se desentendido com a sua viatura: Então ali mesmo levam-se de razões, a viatura que por sinal até é um jipaço achando que estava em vantagem sobre o seu interlocutor, e não seria de bom tom descarregar nos mais fracos, vai daí espeta uma valente traulitada no muro que estava ali mesmo á mão de semear. Mas o pior estava ainda para vir: Como em qualquer cidade ou mesmo praceta deste país que se preze, tem que haver sempre mirones à espreita( para ver quando a vizinhança chega e com quem) então no dia seguinte já corria a notícia que o fatídico muro jazia no chão, e que tinha sido vitima de um assassinato. O dito morador não vendo outra saída para aquela terrível situação, e tendo sido apanhado com a boca na botija, foi falar com o dono do muro ( porque o muro não era nenhum indigente! Não! E chegaram a um acordo. O morador accionou o seguro da viatura ( que é assim uma espécie de seguro do cão) e passado algum tempo, o dono do muro terá sido ressarcido com uma quantia considerável, para fazer face a todas as despesas. Mas os meses foram passando e o coitado do muro lá continua estatelado no chão. A vizinhança essa, olha desconfiada para o morador dono do jipe assassino de muros. A companhia de seguros que deveria ter mandado fazer o restauro limitou-se a pagar! E pagou está pago! Lavou as mãos como Pilatos. O dono do muro, recebeu o dinheiro, e consta-se por aí à boca pequena que gastou o dinheiro na compra de chouriços...Mas que pérolas.